Fio dental, usar ou não usar ???

Categoria: Prevenção das Doenças da Boca

No dia 04/08/2016 uma matéria no G1 sobre o fio dental me chamou a atenção. Também fui questionada por alguns pacientes que queriam saber a minha opinião sobre a matéria, apesar de no seu intimo, já saberem o meu posicionamento. Acho que no fundo, eles queriam que eu me posicionasse sobre isso publicamente, visto que sou uma defensora ferrenha do uso diário do fio dental.

Sou formada há 28 anos pela USP ( Universidade de São Paulo ) e desde que comecei a exercer a profissão, a  minha clinica é pautada em Promoção de Saúde. É bom lembrar que Promover Saúde é algo muito mais amplo que prevenção. Envolve ações que levam as pessoas a melhorarem a sua saúde geral e consequentemente a sua qualidade de vida. Quando o paciente chega pela primeira vez na minha clinica ele recebe uma aula com orientações sobre como prevenir as doenças da boca, sobre alimentação e é orientado a fazer uma correta higiene bucal. O tratamento curativo só é iniciado após essas orientações. O que constatei ao longo desses 28 anos é que a maioria das pessoas não sabem fazer de forma eficiente a sua higiene bucal e também carecem de informações que são relevantes para que elas tomem consciência da importância de cuidar da sua saúde e se motivem a mudar hábitos.

O que posso afirmar ao longo desses 28 anos promovendo saúde é o seguinte:

Tenho pacientes que há 10, 15, 20 anos se mantém saudáveis. Esses pacientes passaram a usar o fio dental diariamente, mudaram hábitos de alimentação, começaram a escovar de forma correta, passaram a frequentar o consultório com mais frequência, enfim, foi um conjunto de fatores que os levaram a ter mais saúde. Na minha opinião não há dúvida de que o fio dental tem uma parcela grande nesse sucesso em controlar a cárie e a doença periodontal ( gengiva ) . Na matéria eles alegam que não existem evidências significativas de que o fio dental  remova placa bacteriana, mas e o que dizer dos restos alimentares que ficam presos entre os dentes ? Isso já não seria motivo suficiente para usar o fio todos os dias ? Concordo que há duvidas quanto ao fio dental remover totalmente a placa bacteriana de forma eficaz, mas é fato de que a placa é desorganizada no momento em que você utiliza o fio dental e isso já ajuda na prevenção das doenças.

Em relação a cárie o que procuro sempre alertar os meus pacientes, é que se não houver mudança de hábitos alimentares, somente uma correta higiene bucal não é o suficiente para evitá-las

Em uma parte da matéria eles falam que : O fio dental também pode, ocasionalmente, fazer mal. Se passado de forma errada, ele pode prejudicar a gengiva. Apesar de a frequência com que isso ocorre não ser clara, o fio dental pode deslocar bactérias ruins que podem invadir a corrente sanguínea e causar infecções perigosas, especialmente em pessoas com imunidade baixa, segundo a literatura médica.” Sobre isso, concordo que se a pessoa não souber usar o fio de forma correta pode machucar a gengiva, e esta é uma das razões porque devemos procurar um(a) dentista, pois é ele(a) quem pode orientar a fazer uma correta higiene bucal. Outra situação bem frequente é o paciente ao chegar pela primeira vez na minha clinica, alegar que não utiliza o fio dental, porquê quando usa, a gengiva sangra e ele acha que está machucando a gengiva. Na verdade, sangra porque está inflamada. A partir do momento em que ele começa a utilizar diariamente, na maioria das vezes, esse sangramento cessa  em poucos dias.

Outra questão importante de se falar é que a minha experiência mostra que os pacientes que utilizam o fio diariamente, tem uma diminuição no número de bactérias na boca,  ausência de inflamação e sangramento na gengiva, e mesmo quando em situações de baixa imunidade em decorrência de uma doença, se eles já estão em uma sistemática de prevenção, o risco de levar bactérias para a corrente sanguínea diminui muito. Importante lembrar que,  se a  pessoa já tem doença periodontal ( e segundo a pesquisa Nacional de Saúde Bucal de 2010, 80 % da população tem a doença) esse risco existe, no simples ato de comer ou escovar os dentes. Durante a mastigação e a escovação, pode haver o deslocamento dessas bactérias para a corrente sanguínea.

Até o momento eu não encontrei nenhum  artigo que me convencesse da não eficácia do fio dental e as evidências clinicas dos benefícios do uso diário do fio dental nesses 28 anos são tão robustas que resumindo, irei continuar defendendo o uso diário do fio dental nas minhas palestras, entrevistas e junto aos meus pacientes.

Segue o link da matéria que motivou esse artigo : http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/08/importancia-de-usar-fio-dental-e-superestimada-segundo-estudos.html

Até o próximo artigo !

Dra.
Cristiane Tavares

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

Comentários

  1. Angelica B Carvalho
    21/04/2017

    Confio plenamente na sua orientação. Depois que fui a sua clínica observei uma melhora incondicional na minha saúde bucal. Às vezes vacilo no uso do fio dental e me sinto mal. Percebo que o não uso deixa minha boca e dentes com um acúmulo de alimentos e isso realmente não pode ser saudável! Tenho cuidado na hora do uso, conforme aprendi, e procuro não machucar meus dentes e gengiva com um uso agressivo ou abrasivo do fio dental. Passo com tranquilidade e paciência. Obrigada pelas orientações e parabéns pelo artigo!

  2. Luiz Claudio Fernandes Quadra
    09/09/2016

    Cris Concordo plenamente com o que você assegura com relação ao uso do fio dental. Eu posso deixar de escovar os dentes, mas deixar de usar o fio dental jamais vai ocorrer, pois acho ser este hábito muito mais importante para a limpeza dos dentes e a saúde da boca. A escovação não consegue retirar os resíduos de entre os dentes e se isso não for feito acredito que o mal hálito, irá ocorrer com maior incidência. Outra coisa, a escovação mal feita não atende às necessidades pois não inibe a formação das placas e ainda pode causar problemas nas gengivas. No meu entender de usuário de fio dental, prefiro deixar de escovar os dentes do que deixar de usar o fio dental. Aliás, quando lhes vou fazer a minha visita trimestral, sempre recomendam o uso do fio dental e sempre solicitam que demostremos de que maneira o executamos para as devidas correções se for o caso. Parabenizo o esforço que tem dedicado a esta difícil tarefa de incutir na mente das pessoas que a saúde da boca é imprescindível para a saúde de todo o corpo.

  3. Silvana Coelho
    31/08/2016

    Seu comentário está aguardando moderação.
    Com amis de 20 anos de atuação profissional, concordo totalmente! Só o fio dental pode evitar cáries interproximais

Você também pode gostar de:

O que saúde bucal tem a ver com qualidade de vida?

O que saúde bucal tem a ver com qualidade de vida?

Uma das funções primordiais do dentista é promover saúde o que significa aumentar a qualidade de vida das pessoas, ...

Categoria: Qualidade de Vida, Saúde Bucal e Envelhecimento Saudável

Você sabe o que é erosão ácida?

Você sabe o que é erosão ácida?

A erosão ácida tem me preocupado bastante. Recebo vários pacientes com este problema. E o mais grave é que os danos ...

Categoria: Erosão Ácida

Os riscos do Implante Dentário

Os riscos do Implante Dentário

A odontologia vem evoluindo bastante e temos que concordar que os implantes revolucionaram os tratamentos de pacientes ...

Categoria: Prevenção das Doenças da Boca